07

MAI

Saiba quais são as profissões que vão voar em 2019
Saiba quais são as profissões que vão voar em 2019

A busca pelo emprego dos sonhos costuma ganhar destaque na lista de metas para um ano que se inicia. Uma dica para dar novos rumos à carreira ou mesmo deixar de fazer parte dos 12,2 milhões de brasileiros desempregados no país, segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é ficar atento às tendências do mercado. Para ajudar nessa importante missão, O TEMPO ouviu especialistas que apontam que profissões devem bombar em 2019.

Conselheiro estratégico da Associação Brasileira de Recursos Humanos em Minas Gerais, Vinícius Gomes afirma que devem surgir boas oportunidades para quem tem ensino médio e curso superior. Nos dois casos, a principal aposta dele é na área de tecnologia da informação.

Outra tendência, segundo Gomes, é o aumento de oportunidades para cuidadores de idosos. “Como a população está envelhecendo muito, essa é uma tendência, inclusive em BH, com o surgimento das casas de repouso”, observa o consultor.

Ele ressalta que é importante se atualizar, inclusive a partir de treinamentos que, muitas vezes, até os sindicatos fornecem. “Hoje tudo é digital”, observa Gomes.

Cursos:

Na avaliação do co-fundador da plataforma de trabalho freelance Workana, Guillermo Bracciaforte, o mais importante para quem está em busca de uma vaga é procurar qualificação. “É preciso investir no treinamento próprio, de olho nas tendências do mercado”, orienta.

Trabalho temporário ajuda

Enquanto a vaga no mercado formal não vem, uma dica é buscar oportunidades como freelancer para adquirir experiência. “São atividades que nem sempre precisam de especialização, como nas áreas de suporte administrativo e suporte ao cliente”, afirma o cofundador da plataforma Workana, Guillermo Bracciaforte.

Profissões:

Assistente de tecnologia da informação: dá suporte aos usuários da rede de computadores, com montagem, reparos e configurações de equipamentos.

Cuidador de idosos: auxilia o idoso em cuidados com higiene e alimentação; faz companhia

Técnico em contabilidade: escrituração de atos administrativos e lançamentos contábeis em geral; controle financeiro de contratos e projetos.

Técnico em nutrição: coordenação de cardápios em restaurantes, hotéis e cozinhas industriais; supervisão da higienização de alimentos.

Cozinheiro com foco em alimentação natural: elaboração de pratos com baixo teor calórico e a partir de produtos naturais para restaurantes e lanchonetes.

Especialista em tecnologia da informação: planejamento, supervisão, coordenação e controle dos recursos de tecnologia da informação das organizações.

Gestor de recursos humanos: desenvolve políticas de recursos humanos de empresas; administra processos de seleção.

Engenheiro civil: projeta, gerencia e executa obras; supervisiona prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança; garante a estabilidade e a segurança de edificações.

Gestor tributário: Gerencia a equipe que desenvolve processos como classificação contábil, cálculo de impostos, planilhas; assegura o cumprimento das obrigações tributárias.

Advogado tributário: presta consultorias a empresas para elaborar planejamentos tributários e definir a melhor maneira de quitar tributos.

 

Fonte: O Tempo